The Continental Economics Institute Aulas Online
Macroeconomia da Economia Aberta
Podcasts do Professor Antony Mueller

Podcasts sobre a Macroeconomia da Economica Aberta
do Professor Dr. Antony Mueller
Podcasts sobre a macroeconomia da
economia aberta

A Macroeconomia da Economia Aberta I

A Macroeconomia da Economia Aberta II

A Macroeconomia da Economia Aberta III

Análise Econômica do Balanço de Pagamentos I

Análise Econômica do Balanço de Pagamentos II

Determinantes da Taxa de Câmbio
Mais recursos Economia Aberta
Apostila
- Análise de Balanço dos Pagamentos
Data Shows Macroeconomia da
Economia Aberta
- Abertura dos mercados de bens e
financeiros
- O mercado de bens em uma economia
aberta
- Produto, taxa de juros e taxa de câmbio
- Regimes de taxa de câmbio
Sistema Monetário e Financeiro
Internacional
Aulas 2010/2

Panorama Atual da Globalização

Bretton Woods I

Bretton Woods II

Balanço de Pagamentos

Taxas de Câmbio no Contexto do Balanço de
Pagamentos

Taxas de Câmbio - Princípios de Análise

Moeda, bancos, e reservas internacionais

Acordos cambiais

Política Monetária e Integração Econômica

O Processo da Integração Econômica e
Monetária Européia

A Formação da União Monetária Européia

A "Guerra Cambial" da Atualidade (Dez/2010)
Podcasts Economia Global


A Crise da Governança Global

Organização Global - Os Novos Players I

Organização Global - Os Novos Players II

A Posição da Moeda Única Européia (euro)
no Sistema Monetário Internacional

Evolução do Sistema Monetário
Internacional

Integração Econômica
Macoeconomia da Economia Aberta
Podcasts de Aulas 2011/2 Macro II
Economia Aberta - Introdução

Produto - taxa de juros e taxa de câmbio
Apostilas

Macroeconomica de economia aberta Apostila 2015

Macroeconomia da economia aberta Apostila 2011
Apostilas

Macroeconomica de economia aberta Apostila
2015

Macroeconomia da economia aberta Apostila
2011



Fully colored, expanded, and revised,
large format textbook edition based on
"Beyond the State and Politics.
Capitalism for the New Millennium" (first
edition April 2018). The present new
edition of July 2018 contains an
additional chapter on International Trade
and Finance and includes a time-line of
the economic crises and political
transformation since 1913.This
book
shows why the traditional economic and
social policies have not worked and why
they will even less so function in the
future.
Buy
here
Publications MISES USA

Publicações MISES BRASIL

Veröffentlichungen MISES DEUTSCHLAND

Publicações INSTITUTO ROTHBARD

Publicações ORDEM LIVRE

Publications AIER

Publications FEE



PUBLICATIONS 2020
EMENTA
ECONOMIA INTERNACIONAL

Teorias do comércio internacional. Política
comercial. Finanças internacionais. Inserção
internacional.
Teoria clássica das vantagens do comércio.
Teoria neoclássica das vantagens de comércio.
A nova teoria do comércio internacional. Políticas
de protecionismo: tarifas e subsídios. Balanço de
pagamentos. Saldos macroeconômicos de uma
economia aberta. Análise de taxas de câmbio.
Caminhos de inserção internacional. Estratégia
da dívida externa e da exportação. Análise atual.
A posição do Brasil no mundo.

OBJETIVOS

1.        GERAL
Capacitar o estudante entender e trabalhar com
os modelos da economia internacional.
Capacitar o estudante de elaborar análises da
economia internacional.

2.        ESPECÍFICOS
Familiarizar o estudante com os métodos da
análise dos problemas da economia
internacional da forma sistemática e crítica.
Habilitar o estudante aplicar os instrumentos da
análise econômica para os problemas da
economia internacional.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
PARTE I: Teoria e Política de Comércio
Internacional

1. Teorias do Comércio Internacional
1.1 Teorias Clássicas do comércio internacional
1.2 Teorias neoclássicas do comércio
internacional
1.3 A “Nova Teoria do Comércio”

2. Políticas Comerciais
2.1 Formas da política comercial
2.2 Modelos e teorias da política comercial e do
protecionismo
2.3 Política comercial mundial (OMC e
integração econômica)

Parte II: Teoria e Política das Finanças
Internacionais
1. O balanço de pagamentos
1.1. A estrutura do balanço de pagamentos
1.2 Análise do conjunto da conta corrente, fluxos
internacionais de capitais e das reservas
internacionais
1.2. Análise de saldos macroeconômicos da
economia aberta
1.3 Macroeconomia da economia aberta

2. Teoria e análise de taxas de câmbio
2.1. Formas de notação
2.2 Taxa bilateral, efetiva, nominal e real
2.3 Determinantes da taxa câmbio
2.4 Paridade de poder de compra

3. O sistema monetário e financeiro
internacional: a macroeconomia mundial
3.1 Padrão-Ouro
3.2 Sistema Bretton Woods
3.3 Problemas do sistema monetário
internacional da atualidade

PARTE III: O Brasil no contexto da economia
mundial
1. Inserção internacional da economia brasileira
1.1. Estratégia de crescimento com
endividamento
1.2. Crise da dívida brasileira
1.3. Vulnerabilidade externa
1.4 Desenvolvimento pela estratégia de
exportações

Parte IV: Discussão da economia mundial da
atualidade
1.        Comércio internacional
2.        Finanças internacionais

Parte V: Debate da conclusão

METODOLOGIA
1. Método: expositivo-dialógico
2. Procedimentos didáticos:
          -        Estudos dirigidos em sala de aula
          -        Trabalhos de pesquisa
          -        Exercícios analíticos
          -        Leituras reflexivas
          -        Analise de exemplos
          -        Temas de atualidade
 
RECURSOS DIDÁTICOS
1.        Apresentações
2.        Leitura crítica
3.        Modelagens
4.        Discussões orientadas
5.        Trabalhos acadêmicos
6.        Apostilas
7.        Data shows
8.        Áudio podcasts
9.        Palestras
10.        Vídeo clips
___________________________________________________________________________________
FORMA DE AVALIAÇÃO
Três provas obrigatórias, um trabalho opcional,
participação na aula, frequência de presença nas
aulas. Uma (!) prova de recuperação e
substituição com todo (!) o conteúdo.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1.        REFERÊNCIAS BÁSICAS:
Livro de texto padrão:
Maria Auxiliadora de Carvalho e César Roberto
Leite da Silva: Economia internacional. 5ª
edição 2017
Paul R. Krugman e Maurice Obstfeld: Economia
Internacional. 10ª edição 2015

2.        REFERÊNCIAS COMPLEMENTARES:
Edgar Cândido do Carmo e Jefferson Mariano:
Economia internacional. 3ª edição 2017Ana
Paula Africano et al.: Comércio Internacional:
Teorías, Políticas e Casos Práticos. 1ª edição
2018
Fabio Giambiagi. Finanças Internacionais -
Macroeconomia Aberta. 1ª edição 2013


3.        RECURSOS ADICIONAIS

www.economianova.blogspot.com  

Antony P. Mueller Author Facebook



The "Debacle of Economic Stabilization
Policies" explains how the great economic
eruptions happen when the government and the
central bank do not allow the small economic
fluctuations to play out. The authorities hinder
the return to a balance when false incentives
and distorted market signals persist. When
capital becomes scarcer, the interest rate
should rise to signal this change. If, however, the
central bank attempts to pump more money into
the systems and to lower the interest rate, this
policy will cover up the capital shortage. Cheap
credit insinuates a profusion of funds that do not
exist. Economic policy claims to stabilize the
economy and keep it on its growth path. For that
purpose, economic policy is said to pursue the
aims to fight inflation and deflation, to prevent
recessions and depressions and to promote
economic growth. Yet, often, these policies
themselves produce what the policy-makers
claim to prevent and to cure.

Buy
here


O livrinho "Fundamentos do Anarco-Capitalismo"
explica porque a hora chegou de abandonar os
mitos sobre o Estado, a política e a economia. O
moderno sistema político-partidário não é nem
democrático nem benéfico para o povo. Os
parlamentos não são representativos.
O atual sistema monetário internacional não
promove a prosperidade. Para sair desses
enigmas, mais Estado e mais política não
ajudarão. Precisamos de uma sociedade livre e
de uma economia livre.
Um passo decisivo para alcançar esse objetivo é
acabar com as eleições políticas. A tecnologia
moderna permite a escolha de representantes por
seleção aleatória. Uma assembleia legislativa
cujos membros tomam posse por sorteio custaria
menos que um sistema eleitoral, seria mais
representativa e, nesse sentido, seria muito mais
democrática. Com o tempo de serviço limitado,
os representantes retornariam à sua vida civil
depois dois anos e a legislação estaria livre dos
males que acompanham o atual sistema de
partidos políticos e seus políticos, cujo objetivo
principal é o carreirismo e não a prosperidade do
povo.

Compre
aqui